Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Líderes mundiais da Meditação Transcendental visitam Cefet/RJ

Publicado: Sexta, 23 de Março de 2018, 12h34 | Última atualização em Quinta, 05 de Abril de 2018, 17h18 | Acessos: 934

O Cefet/RJ recebeu a visita do Raja Luís, responsável pela Meditação Transcendental no Caribe e na América Latina, e do Dr. Bevan Morris, primeiro ministro do movimento de Meditação Transcendental e segundo na hierarquia mundial do movimento. A visita, ocorrida no último dia 16 de março, faz parte do projeto de implantação da prática de meditação transcendental na instituição. Os visitantes foram recebidos pelo diretor-geral, Carlos Henrique Figueiredo Alves, e pelo vice-diretor, Mauricio Saldanha Motta. Os visitantes realizaram uma palestra no Auditório 2 do campus Maracanã. Cerca de 80 servidores e 150 alunos do primeiro ano do ensino médio-técnico das turmas da tarde já são praticantes da meditação no Cefet/RJ.

O diretor-geral do Cefet/RJ ressaltou que a proposta é envolver toda a instituição no projeto de meditação e destacou que, com a visita, “o projeto agora, de fato, se torna uma realidade”. O professor Carlos Henrique disse que a acredita que a iniciativa vai conquistar cada vez mais adeptos. “Gostaríamos de ter um grupo de meditantes que cresça infinitamente, com a integração de toda instituição”, observou. Em sua palestra, Bevan Morris contou que este projeto de meditação está presente em 80 países, “como uma grande família universal”, apontando que nas escolas norte-americanas as habilidades cognitivas dos alunos aumentaram consideravelmente. Para Raja Luís, o ideal da educação é “extrair de dentro do aluno suas qualidades e não só formar de fora”. Ele aproveitou a ocasião para dar um conselho aos alunos, servidores e diretores: “meditem juntos e faça um Cefet/RJ cada vez melhor”.

Segundo o vice-diretor, o que leva a instituição a encampar a proposta de implantação dessa prática milenar são os benefícios que podem ser trazidos para os alunos, como maior concentração nos estudos e melhora no processo de aprendizagem. “Em breve pretendemos realizar um estudo científico sobre o desempenho escolar dos estudantes após a consolidação da prática da meditação”, adianta o professor Mauricio Motta. A iniciativa conta com a parceria da Fundação David Lynch e da Associação Internacional de Meditação Transcendental, que, além do financiamento, também cedem os professores. “Descobrimos um interesse muito grande por parte dos servidores e vamos abrir uma nova turma, pois eles passarão a atuar no acompanhamento da meditação dos alunos”, ressalta Motta.

Segundo o site da Associação Internacional de Meditação Transcendental, o Programa de Educação Baseada na Consciência permite desenvolver sistematicamente a inteligência e a criatividade latentes dos estudantes. Esse objetivo pode ser alcançado através de técnicas para desenvolver a consciência e promover o funcionamento integrado do cérebro. Os benefícios dessa técnica para a mente, o corpo e o comportamento social têm sido documentados por mais de 700 estudos de investigação científica.

Mais informações podem ser obtidas nos sites da Fundação David Lynch e da Associação Internacional de Meditação Transcendental.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página