Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Cefet/RJ vai institucionalizar projeto para melhorar desempenho escolar

Publicado: Quarta, 26 de Setembro de 2018, 11h52 | Última atualização em Quinta, 27 de Setembro de 2018, 15h54 | Acessos: 497

O projeto Educação Baseada na Consciência, que visa melhorar o desempenho escolar através da prática da meditação, vai ser institucionalizado no Cefet/RJ. A proposta foi apresentada e discutida pela Direção-Geral com professores e coordenadores dos cursos do ensino médio/técnico em evento que contou com palestra da professora Valéria Portugal, diretora do Centro de Pesquisas do Instituto David Lynch no Brasil e doutora em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. O encontro, no Auditório 1 do campus Maracanã, aconteceu no dia 15 de setembro.

O projeto chegou ao Cefet/RJ há cinco anos. Cerca de 300 alunos do ensino médio/técnico e aproximadamente 130 servidores, entre docentes e técnico-administrativos, já passaram pelo treinamento em Meditação Transcendental. O projeto, que está sendo coordenado pela Divisão de Projetos Educacionais (DIPED) da Diretoria de Ensino (DIREN), também objetiva a realização de uma pesquisa científica sobre o desempenho dos alunos. A diretora do Centro de Pesquisas do Instituto David Lynch no Brasil destacou que “a chave da Educação Baseada na Consciência é a Meditação Transcendental”. Concentração em sala de aula e atividade mental ordenada – o que permite maior compreensão do conteúdo ministrado e melhor capacidade de foco nos estudos –, além do aumento da motivação dos estudantes no processo de ensino-aprendizagem são alguns dos benefícios alcançados com a prática.

– Estudos comprovam que, quando o aluno está estudando algum conteúdo específico, áreas específicas do cérebro são mais ativadas. Quando se estudam línguas, tem uma área específica para aprendizado de línguas; matemática, outra área específica; essas áreas funcionam de maneiras relativamente separadas. A Meditação Transcendental promove a integração cerebral e permite que todo cérebro funcione de maneira mais integrada, mais coerente, mais ordenada. Então, essa prática facilita também o aprendizado e a retenção do aprendizado – destaca Valéria Portugal.

A pesquisadora destaca que a Educação Baseada na Consciência não visa tirar a ênfase do conteúdo no processo de aprendizado, mas pretende mostrar como é relevante o estudante estar consciente de si próprio. “A prática da meditação permite ao indivíduo não apenas estar consciente de si próprio, mas também, através de todas as alterações fisiológicas produzidas no cérebro, obter uma maior eficácia no aprendizado do conteúdo”, ressalta a diretora do Centro de Pesquisas do Instituto David Lynch no Brasil.

Segundo o site da Associação Internacional de Meditação Transcendental, o Programa de Educação Baseada na Consciência permite desenvolver sistematicamente a inteligência e a criatividade latentes dos estudantes. Esse objetivo pode ser alcançado através de técnicas para desenvolver a consciência e promover o funcionamento integrado do cérebro. Os benefícios dessa técnica para a mente, o corpo e o comportamento social têm sido documentados por mais de 700 estudos de investigação científica.

Mais informações podem ser obtidas nos sites da Fundação David Lynch e da Associação Internacional de Meditação Transcendental.

registrado em:
Fim do conteúdo da página