Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > 10/11/2021 – Visita virtual do Cefet/RJ ao CERN: conheça o ATLAS Experiment
Início do conteúdo da página

10/11/2021 – Visita virtual do Cefet/RJ ao CERN: conheça o ATLAS Experiment

Publicado: Quarta, 06 de Outubro de 2021, 11h10 | Última atualização em Sexta, 08 de Outubro de 2021, 16h50 | Acessos: 705

A Coordenação de Física do Cefet/RJ campus Maracanã está organizando uma visita virtual ao ATLAS Experiment, uma das experiências subterrâneas do CERN, a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear. A visita do Cefet/RJ será realizada no dia 10 de novembro (nova data), às 10 horas, através do aplicativo Zoom. Serão disponibilizadas 120 vagas para alunos do ensino médio de todos os campi do Cefet/RJ, além do público externo.

O CERN é o maior laboratório de física de partículas do mundo, localizado em Genebra, na Suíça. Criado em 1954, esse conglomerado de laboratórios se constitui, atualmente, na maior colaboração internacional da história em torno da ciência, com 23 países-membros. O laboratório possui seis experiências subterrâneas, localizadas a 100 metros de profundidade. Uma dessas experiências conta com o detector ATLAS, sigla inglesa para “A Toroidal LHC ApparatuS” (Dispositivo Instrumental Toroidal para o LHC). Também é o nome do deus grego que sustentava o mundo nas costas.

O ATLAS é um detector que utiliza um eletroimã toroidal em que o campo magnético se fecha sobre ele mesmo. Ele tem por finalidade detectar o bóson de Higgs, partículas supersimétricas que são preditas pela teoria e foram detectadas experimentalmente no CERN em 2012. A construção do ATLAS é o resultado de uma colaboração de 172 institutos provenientes de 37 países para um total de mais de 2500 cientistas. O Brasil foi recentemente aprovado para entrar na colaboração, dependendo ainda de aprovação do Senado Federal.

A visita virtual é um evento remoto, no qual os alunos serão levados diretamente ao ATLAS Experiment, passando pela sala de controle até a "caverna", situada a 100 metros de profundidade, onde está localizado o detector de partículas. Durante o tour, os físicos e engenheiros do CERN apresentam o laboratório e respondem às perguntas dos alunos.

A atividade está sendo organizada pelo professor Wagner Souza, coordenador de Física do ensino médio do campus Maracanã. O docente conheceu o CERN em 2014 e lá participou de um curso com duração de sete dias. Antes da visita, o professor irá ministrar uma palestra introdutória de 30 minutos, pelo Microsoft Teams, abordando assuntos pertinentes à atividade. Serão entregues certificados aos inscritos que tiverem a presença confirmada no dia da visita.

Clique para acessar o formulário de inscrições.

registrado em:
Fim do conteúdo da página