Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Cefet/RJ campus Petrópolis doa 800 frascos de álcool glicerinado
Início do conteúdo da página

Cefet/RJ campus Petrópolis doa 800 frascos de álcool glicerinado

Publicado: Terça, 01 de Setembro de 2020, 13h16 | Última atualização em Terça, 01 de Setembro de 2020, 13h48 | Acessos: 279

Na última sexta-feira, dia 28 de agosto, o Cefet/RJ campus Petrópolis entregou 700 frascos de 237 ml de álcool glicerinado 80% (para higienização de mãos) para a Secretaria Municipal de Saúde de Petrópolis (SMS). Os produtos serão distribuídos para toda a rede pública da cidade, que soma dois hospitais, 47 unidades de Estratégia Saúde da Família (ESF) e nove Unidades Básicas de Saúde (UBS). A instituição também doou 100 frascos de 237 ml e um galão de 20 litros para a Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos (APPO).

Ao todo, o Cefet/RJ campus Petrópolis doou em agosto 800 frascos de 237 ml de álcool em gel glicerinado 80%

 

 Tendo em vista que a transmissão do coronavírus no Brasil já foi considerada comunitária, conforme Portaria do Ministério da Saúde, nº 454/2020, com possibilidade de aumento e agravamento de casos; e considerando a Declaração de Emergência em Saúde Pública de Importância Internacional (...) , as parcerias que foram estabelecidas visando o combate da pandemia, como a do Cefet/RJ campus Petrópolis, estão sendo de grande ajuda ao município de Petrópolis  declarou Roseli Soares, chefe do Núcleo de Assessoria Administrativa da SMS.

Welerson Kneipp e Wanderson Amaral, coordenadores do projeto de produção de álcool antisséptico no campus Petrópolis, destacaram a importância de contribuir com a sociedade nesse momento a partir de ações locais de prevenção e da conscientização em relação à doença. “Enquanto o vírus estiver em circulação e não existir uma vacina comprovadamente capaz de imunizar a população, a prevenção é a melhor forma de conter o alto nível de contágio. Dentre as recomendações da OMS está a higienização das mãos (um dos principais meios de entrada do vírus no organismo) com álcool ou sabão, que deve ser realizada constantemente”, ressaltaram.

Além dos coordenadores, a equipe do projeto é formada por Renata Mariano, professora de química e responsável pela área técnica, e pelos docentes voluntários Jarlene Reis (Turismo), Maria Cecília Ribeiro (Engenharia de Computação) e Raphael de Carvalho e Silva (Química, Cefet/RJ campus Maria da Graça). 

As soluções higienizadoras têm sido produzidas no Laboratório de Física Térmica e Química do Cefet/RJ campus Petrópolis, que fornece uma estrutura segura e adequada para o projeto

 

O processo de produção – que consiste na diluição dos insumos, como água, álcool, água oxigenada e glicerina, nas proporções corretas – está sendo realizado no Laboratório de Física Térmica e Química do Cefet/RJ campus Petrópolis e tem seguido todas as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além do álcool glicerinado 80%, o local ainda prepara soluções de álcool sanitizante 70% para limpeza de superfícies, como as que foram doadas em maio também para a rede pública de saúde. Ao todo, o projeto de produção e doação de álcool antisséptico, iniciado em abril deste ano, já entregou mais de mil litros do produto.

Para realizar a produção doada em agosto, o Cefet/RJ campus Petrópolis contou com a parceria da Cervejaria Bohemia, que contribuiu com 200 litros de álcool 96% e 850 embalagens, e com a Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase), que doou a glicerina e o peróxido de hidrogênio (água oxigenada).

Fim do conteúdo da página