Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Cem anos do Cefet/RJ consolidam o caminho rumo à universidade

Publicado: Sexta, 11 de Agosto de 2017, 20h18 | Última atualização em Quinta, 17 de Agosto de 2017, 17h33 | Acessos: 1429

Foto: Jânio Cardoso de Carvalho

“Hoje demonstramos o progresso que a instituição conseguiu ao longo desses cem anos de existência e apontamos que rumo vai tomar”. A afirmação, feita pelo diretor-geral do Cefet/RJ, Carlos Henrique Figueiredo Alves, em seu pronunciamento de encerramento da solenidade comemorativa do centenário da instituição, destaca a importância do Centro Federal no cenário educacional brasileiro e reafirma o projeto de transformação em uma universidade. Carlos Henrique Alves também apresentou uma série de informações sobre os ensinos médio/técnico e superior que representam essa relevância acadêmica. “Temos, nos 29 cursos de nível médio, 4.500 matrículas projetadas; nos 30 cursos de bacharelado, temos 22 mil matrículas projetadas; além disso, dos 874 professores, 52% possuem mestrado e 35% têm título de doutor”, ressaltou.

O diretor ressaltou que o projeto pedagógico do Cefet/RJ é único no país. “Alunos do ensino médio/técnico convivem com os alunos de doutorado nos mesmos laboratórios; essa vivência acadêmica é única e exclusiva desse modelo de ensino”, destacou. O professor lembrou que a principal mudança vivida pela instituição foi a sua transformação de escola técnica em Cefet/RJ, em 1978. “Transformar-se em universidade é dar continuidade a essa mudança”, enfatizou. O diretor encerrou seu pronunciamento fazendo um pedido para que o governo federal reflita sobre o futuro do Cefet/RJ.

registrado em:
Fim do conteúdo da página