Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > 02/02/2022 – 2º Encontro da Rede de Resiliência da Região Serrana
Início do conteúdo da página

02/02/2022 – 2º Encontro da Rede de Resiliência da Região Serrana

Publicado: Terça, 01 de Fevereiro de 2022, 21h45 | Última atualização em Quarta, 02 de Fevereiro de 2022, 17h55 | Acessos: 1268

Com a proposta de desenvolver ações que promovam segurança aos moradores da Região Serrana do Rio de Janeiro que vivem em áreas sujeitas a deslizamentos e inundações, será realizado, nesta quarta-feira (2), o 2º Encontro da Rede de Resiliência da Região Serrana: formação de rede pela segurança humana e pelo fortalecimento comunitário. O evento on-line terá transmissão via Microsoft Teams, a partir das 19h. Para se inscrever, é preciso preencher o formulário no link: bit.ly/inscricao-rede_resiliencia.

A Rede de Resiliência convida todas as pessoas da comunidade, sensíveis a esse tema, para contribuir com as suas demandas e propostas de intervenção. O objetivo é criar ações conjuntas que integrem ensino, pesquisa e extensão e contemplem também a participação da sociedade civil na estratégia de prevenção de desastres. A iniciativa reúne representantes de diversas instituições, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), além de organizações não governamentais (ONGs) e do próprio Cefet/RJ. De acordo com a professora Patrícia Lima, no Cefet/RJ já existem docentes das Uneds Petrópolis e Nova Friburgo abertos a planejar e organizar bancos de dados, elaboração de aplicativos e seminários de reflexão a partir de ações extensionistas que colaborem com as comunidades locais.

O encontro inicial, realizado em 12 de janeiro, foi organizado por docentes do Cefet/RJ e resultou na criação da rede. A data marcou os 11 anos da tragédia ocasionada pelas fortes chuvas na Região Serrana ocorridas em 2011, que tiveram como consequência 918 mortes e o desaparecimento de outras 99 pessoas. Já como passo seguinte, na reunião desta quarta-feira, cada instituição apresentará suas capacidades para integrar a rede. Os temas que receberão maior foco serão definidos a partir das contribuições dos participantes.

registrado em:
Fim do conteúdo da página