Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Cefet/RJ é uma das primeiras instituições a aderir ao Programa Pé-de-Meia
Início do conteúdo da página

Cefet/RJ é uma das primeiras instituições a aderir ao Programa Pé-de-Meia

Publicado: Quinta, 22 de Fevereiro de 2024, 19h20 | Última atualização em Quinta, 22 de Fevereiro de 2024, 21h43 | Acessos: 2353

 

O Cefet/RJ assinou o termo de compromisso para implementação do Programa Pé-de-Meia do governo federal, que prevê incentivo financeiro a alunos de baixa renda matriculados no ensino médio. A adesão aconteceu na última terça-feira (20), após o encontro virtual de representantes do Ministério da Educação (MEC) com diretores das instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Em breve, o Cefet/RJ deverá enviar a listagem com os dados completos de alunos matriculados ao MEC, que ficará responsável pela gestão do programa e pela liberação dos recursos. Não é necessário que os estudantes realizem nenhum tipo de cadastro. Conforme o ministério, os pagamentos devem iniciar no final do mês de março.

De acordo com o diretor-geral do Cefet/RJ, Mauricio Motta, os alunos que já recebem bolsas ou outros auxílios de assistência estudantil da instituição também poderão ser contemplados, caso se enquadrem nos critérios estabelecidos pelo Pé-de-Meia. “Quem tiver direito, poderá acumular os benefícios. Essa nova política é mais uma ferramenta essencial para combater a evasão escolar, garantindo a permanência dos alunos”, comemorou o gestor. Segundo Motta, o impacto no Cefet/RJ será ainda maior, porque além do ensino médio, os recursos ajudarão a garantir que os jovens concluam o ensino técnico, preparando profissionais mais qualificados para o mercado de trabalho.

Conforme dados divulgados em 2022 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e em 2020 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), 520 mil jovens de 15 a 17 anos estão fora da escola e a taxa de evasão chega a 7,5%, o equivalente a 480 mil alunos. Em contrapartida, os estudantes que conseguem terminar o ensino médio têm mais chances de garantir um futuro promissor. O salário de quem conclui essa etapa da vida chega a ser 104% maior em comparação com quem precisa abandonar as salas de aula.

 Sobre o Programa Pé-de-Meia

Instituído pela Lei nº 14.818/2024, o Pé-de-Meia é um programa de incentivo financeiro-educacional, que tem o objetivo de promover a permanência e a conclusão escolar, democratizando o acesso e reduzindo a desigualdade social entre os jovens do ensino médio. Para ter direito, é necessário o aluno estar regularmente matriculado na rede pública, ter entre 14 e 24 anos e ser integrante de famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

O programa oferece incentivos relacionados a matrícula, frequência e conclusão escolar, com previsão de valores anuais de até R$ 3 mil por estudante. Após o término do ensino médio, essa quantia pode alcançar R$ 9,2 mil, se todas as exigências forem cumpridas.

Para conhecer os detalhes, acesse a página oficial do Programa Pé-de-Meia.

registrado em:
Fim do conteúdo da página