Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Espaço do campus > NEABI-AR e FORNEABIS-Cefet/RJ realizam Evento na UnED Angra dos Reis em celebração ao mês da Consciência Negra: “Dialogando com as comunidades tradicionais de Angra e Parati”
Início do conteúdo da página

NEABI-AR e FORNEABIS-Cefet/RJ realizam Evento na UnED Angra dos Reis em celebração ao mês da Consciência Negra: “Dialogando com as comunidades tradicionais de Angra e Parati”

Publicado: Sexta, 25 de Novembro de 2022, 19h13 | Última atualização em Quinta, 01 de Dezembro de 2022, 18h29 | Acessos: 730

O Núcleo de Estudos Afro Brasileiro e Indígena da UnED Angra dos Reis - NEABI-AR em parceria com o Fórum dos NEABI’s do CEFET/RJ – FORNEABIS-CEFET/RJ, Seção de Articulação Pedagógica de Angra - SAPED-AR e dos Projetos de Extensão  “NEABI Angra Dialogando com as Comunidades tradicionais” e “Promovendo o Cefet Plural na Uned Angra”, realizaram no dia último dia 23 de novembro (quarta-feira) o evento “NEABI-AR e FORNEABI-CEFET/RJ: Dialogando com as Comunidades” na UnED Angra dos Reis do Cefet/RJ.

 

O evento realizado em celebração ao mês da Consciência Negra teve como objetivo promover a temática étnico racial e contribuir para o enfrentamento a toda e qualquer forma de preconceito na instituição através da divulgação do NEABI, do FORNEABI, dos programas institucionais de ações afirmativas e do diálogo horizontal entre os saberes das comunidades tradicionais locais e comunidade acadêmica.

 

O evento contou com a participação do grupo de Jongo Bindito Cruz, de Mambucaba, da comunidade Quilombola Santa Rita do Bracui, de Angra, do Quilombo Campinho da Independência, de Parati, Indígenas da Aldeia SAPUKAI do Bracui, também de Angra, Secretaria de Cultura e Patrimônio do município de Angra dos Reis, Alunos do curso técnico em mecânica e das graduações em engenharias elétrica, mecânica e metalúrgica  e servidores Técnicos Administrativos em Educação, docentes e Terceirizados da unidade.

  

Teve início com exposição dos artesanatos dos indígenas da Aldeia SAPUKAI que permaneceu durante todo o evento.

 

Houve uma linda mesa de conversa com as falas do mestre jongueiro Sebastião Condongo, do Jongo Bindito Cruz, da liderança e mestre jongueira Marilda, do Quilombo do Bracui, dos professores Nadson e Renam,  representando o FORNEABI/Cefet/RJ, NEABIs Petropolis, NEABI Maracanã, Comissão de Heteroidentificação do Cefet/RJ e Comitê de Políticas Afirmativas do Cefet/RJ, da liderança quilombola do Quilombo do campinho, Ronaldo dos Santos, músico, coordenador do Fórum de Comunidades Tradicionais da Costa Verde e ex-secretario de cultura do município de Parati, e fechando com a fala do mestre jongueiro Délcio Bernardo, também mestre em Educação pela UFRJ, servidor da Secretaria de Cultura e Patrimônio de Angra e ex-secretário de cultura do município de Angra dos Reis. O evento encerrou com uma roda de Jongo e um lanche para convidados e alunos.

 

Fim do conteúdo da página