Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Cefet/RJ anuncia medidas para reforçar a segurança na Unidade Maracanã
Início do conteúdo da página

Cefet/RJ anuncia medidas para reforçar a segurança na Unidade Maracanã

Publicado: Quarta, 20 de Março de 2024, 17h07 | Última atualização em Quarta, 20 de Março de 2024, 17h08 | Acessos: 3030

 

Com o objetivo de aumentar a segurança da comunidade acadêmica através do controle de acesso às dependências da instituição, o Cefet/RJ irá implementar um novo sistema de identificação nas portarias localizadas na Avenida Maracanã e na Rua General Canabarro. O sistema utilizará tecnologia de reconhecimento facial para a liberação das catracas na entrada e saída de pessoas. A previsão é que os equipamentos passem por 15 dias de testes com funcionários terceirizados e entrem em pleno funcionamento a partir da segunda quinzena de maio.

Equipamentos de reconhecimento facial já estão instalados nas catracas e devem entrar em funcionamento a partir de maio

Antes do sistema entrar em operação, será necessário realizar o cadastramento da comunidade acadêmica. De acordo com o chefe da Prefeitura, André Miranda, o Departamento de Tecnologia da Informação (DTINF) já está verificando as fotos e informações complementares de alunos e servidores que podem ser migradas para o sistema. Os membros da comunidade que estiverem com registros incompletos serão convocados para a atualização de dados, em data a ser divulgada. A entrada de visitantes será autorizada após verificação junto ao setor de destino e o cadastro dará direito a acesso limitado e determinado à unidade.

Em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), as imagens e informações das pessoas cadastradas serão armazenadas no banco de dados do sistema, com acesso restrito ao DTINF. Os servidores responsáveis pela gestão desse material assinarão termo de confidencialidade. A nova tecnologia implantada nas portarias irá se somar à segurança já realizada pela equipe de vigilantes e pelo circuito fechado de câmeras de monitoramento.

 

Segurança nas imediações da Unidade Maracanã

Outra preocupação institucional é com os arredores da Unidade Maracanã, para que o acesso da comunidade acadêmica ao local também aconteça de maneira segura. Desde 2022, após o retorno às atividades presenciais, o Cefet/RJ enviou seis pedidos de reforço no patrulhamento da região. As solicitações foram encaminhadas tanto ao 6° Batalhão de Polícia Militar, localizado na Tijuca, quanto ao 4º Batalhão, situado na região de São Cristovão e responsável pelas áreas da Quinta da Boa Vista e proximidades do metrô. No ano passado, a Unidade Maracanã sediou uma das reuniões mensais do Conselho Comunitário de Segurança da Grande Tijuca, que visa debater os rumos da segurança pública em bairros próximos.

Segundo a Direção-Geral, a instituição continuará mantendo comunicação constante com as autoridades públicas, visando intensificar as rondas policiais e combater novos episódios de violência como o que atingiu dois de seus alunos, vítimas da criminalidade do Rio de Janeiro. Um deles, o estudante do curso técnico em Administração Matheus Cardoso, morreu recentemente, após troca de tiros nas imediações do Cefet/RJ. Na última quinta-feira (14), a pedido do Grêmio Estudantil, o Conselho de Ensino (CONEN) aprovou uma moção de pesar em homenagem ao jovem.

Fim do conteúdo da página