Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Maria da Graça
Início do conteúdo da página

Campus Maria da Graça - Apresentação

Publicado: Terça, 02 de Junho de 2015, 21h34 | Última atualização em Sexta, 13 de Maio de 2016, 17h32 | Acessos: 22924

 

 

Em 1997, o Cefet/RJ assumiu, em comodato, a unidade de produção de material escolar da extinta Fundação de Assistência ao Estudante – FAE, órgão vinculado ao Ministério da Educação –, e deu início a um audacioso projeto de revitalização do espaço fabril, implantando o seu novo campus – denominado Maria da Graça – em uma região de grande demanda por ensino médio e educação profissional.

Antecipando-se às políticas de ação afirmativa, o primeiro convênio ali estabelecido foi com a Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro – atual SEEDUC/RJ: no colégio de ensino médio criado no campus, o C.E. Prof. Horácio Macedo, anualmente, passaram a estudar 700 alunos, todos oriundos do ensino fundamental realizado em escolas públicas.

No ano de 2000, iniciou-se o curso técnico de Automobilística. Ao lançar as bases do Núcleo de Tecnologia Automotiva (NTA) no campus, o Cefet/RJ abriu significativo canal de relacionamento com empresas parceiras.

No campus Maria da Graça, foram desenvolvidos projetos de extensão voltados ao atendimento da comunidade local – que inclui a população do Complexo do Jacarezinho e entorno –, estimada em 600 mil moradores. A esses projetos acorreram também outros grupos, dado o alcance do sistema de transporte urbano no bairro. Além do serviço de linhas de ônibus, uma estação da linha 2 do metrô localiza-se em contiguidade à entrada lateral da escola, facilitando o acesso dos que chegam de bairros ou municípios vizinhos.

A demanda de expansão e potencialização das ações educativas do campus Maria da Graça foi se tornando realidade e o Cefet/RJ envidou esforços no sentido de, além de convênios e parcerias com as iniciativas pública e privada, poder contar com um quadro próprio de servidores docentes e técnico-administrativos.

O campus Maria da Graça, inaugurado em 9 de junho de 2006, vem permitindo a ampliação e progressiva otimização das ações implementadas na região, corroborando a política pública para a educação profissional assumida pelo atual governo, ao entender que a educação profissional e tecnológica tem compromisso com a redução das desigualdades sociais, com o desenvolvimento socioeconômico e com a vinculação à educação básica e a uma escola pública de qualidade.

No ano de 2014, o campus passou a ofertar os cursos integrados: Automação Industrial, Manutenção Automotiva e Segurança do Trabalho. Possui ainda turmas na modalidade de ensino de concomitância externa. São elas: Automação Industrial, Manutenção Automotiva e Segurança do Trabalho. Conta, atualmente, com 28 docentes atuando no técnico e 16 no nível médio. Quanto ao número de alunos, são 199 matriculados no ensino médio integrado e 902 no nível técnico. Dentre as várias atuações do campus na comunidade que o cerca, as que mais se destacam são o Projeto AdolescenTI e a Incubadora Tecnológica de Empreendimentos Solidários Sustentáveis (ITESS).

registrado em:
Fim do conteúdo da página