Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Conteudo do Menu Superior > Area de imprensa > GT do MEC definirá parâmetros para a formação de profissionais na área de energia solar
Início do conteúdo da página

GT do MEC definirá parâmetros para a formação de profissionais na área de energia solar

Publicado: Segunda, 04 de Janeiro de 2016, 15h18 | Última atualização em Segunda, 04 de Janeiro de 2016, 15h18 | Acessos: 833

O Centro Federal de Educação Profissional e Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet/RJ) sediará o encontro do Grupo de Trabalho (GT) em Energia Solar Fotovoltaica, instituído pelo Ministério da Educação (MEC), que definirá parâmetros para a formação de profissionais na área. Temas como perfil do profissional, critérios, pré-requisitos e conteúdo do curso serão discutidos nos dias 3 e 4 de dezembro, no campus Maracanã do Cefet/RJ, a partir das 9h.

Além do Cefet/RJ, sete instituições de ensino pertencentes à Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica participarão do encontro: o Cefet/MG e os institutos federais do Rio de Janeiro (IFRJ), Fluminense (IFFluminense), de São Paulo (IFSP), de Pernambuco (IFPE), do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE) e de Sergipe (IFS). O GT também é formado por representantes do Ministério da Educação (MEC), da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit) e do setor produtivo.

O GT Energia Solar Fotovoltaica integra o Comitê Temático de Formação Profissional e Tecnológica em Energias Renováveis e Eficiência Energética, criado pelo MEC em agosto deste ano, com o objetivo de criar itinerários formativos para as áreas de energias renováveis e eficiência energética. O comitê também conta com grupos de trabalho nas áreas de Energia Eólica, Biogás e Eficiência Energética.

 

Formação de profissionais pelo Cefet/RJ

Em 2016, O Cefet/RJ capacitará a primeira turma de profissionais de nível técnico para trabalhar com energia solar. A instituição está investindo na infraestrutura necessária para oferecer a nova formação. Em maio, foi instalada uma planta solar fotovoltaica com capacidade de seis quilowatt-pico (6 kWp) e, durante o ano, os docentes da area de energia foram capacitados para trabalhar com a nova tecnologia.

Um dos responsáveis pela inclusão da formação em energia solar no currículo dos cursos do Cefet/RJ, o professor Mamour Ndiaye enfatiza que, além da formação em nível técnico, “o Cefet/RJ vai promover a verticalização do ensino, oferecendo formação também nos superior e de pós-graduação”.

 

Programação: http://www.cefet-rj.br/index.php/eventos-campus-maracana/2608-03-e-04-12-2015-encontro-do-grupo-de-trabalho-em-energia-solar-fotovoltaica

Fim do conteúdo da página