Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > NEABs do Cefet/RJ divulgam nota de repúdio aos atos de racismo contra professora do IFSMG
Início do conteúdo da página

NEABs do Cefet/RJ divulgam nota de repúdio aos atos de racismo contra professora do IFSMG

Publicado: Sexta, 17 de Dezembro de 2021, 15h25 | Última atualização em Sexta, 17 de Dezembro de 2021, 15h27 | Acessos: 120

Tendo em vista o recente caso de racismo contra a professora Rosana Machado de Souza, pró-reitora de extensão do Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) em São João del Rei, no dia 15 de dezembro de 2021, os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (NEABs – Cefet/RJ) vêm a público declarar o seu repúdio aos atos de racismo, intolerância e veemente discriminação racial impetrados contra o evento on-line ministrado por ela.

Segundo o regulamento dos NEABs do Cefet/RJ, as ações e atividades deste núcleo visam facultar a realização de debates e reflexões, no âmbito institucional e da sociedade civil a que pertence – e na qual está inserida –, acerca das relações étnico-raciais, com foco especial em populações negras, africanas e afrodescendentes. Com isso, pretende-se produzir conhecimentos e estimular práticas e atitudes que, além de incidirem no combate à invisibilidade que caracteriza essas identidades socioculturais nos espaços públicos e de poder, possam, por meio de ações de ensino, pesquisa, extensão e inovação, estimular a tomada de consciência sobre os direitos das populações mencionadas. Além disto, os NEABs têm como finalidade atuar na consolidação das diretrizes e ações de ensino, pesquisa e extensão voltadas para a educação das relações étnico-raciais, contribuindo para a promoção da igualdade racial, o combate ao racismo e à discriminação étnico-racial, bem como a implementação e o cumprimento das Leis nº 9.394/96, e nº 10.639/03, nas respectivas unidades do Cefet/RJ, em todos os níveis de ensino.

Clique para acessar a nota de repúdio na íntegra.

registrado em:
Fim do conteúdo da página