Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Eventos > 29/10/2019 – Cefet/RJ recebe Cine Pagu – Habitação
Início do conteúdo da página

29/10/2019 – Cefet/RJ recebe Cine Pagu – Habitação

Publicado: Sexta, 25 de Outubro de 2019, 14h53 | Última atualização em Sexta, 25 de Outubro de 2019, 14h53 | Acessos: 146

 

Na próxima terça-feira, dia 29, será realizado o encontro de outubro do projeto de extensão “Cefet/RJ recebe Cine Pagu”, que abordará o tema Habitação. O evento – que acontece às 18h30, no Cefet/RJ campus Petrópolis – exibirá e debaterá o curta-metragem “É o que penso e é o que vejo”, de Arto Cavalcanti.

 

Confira as informações do evento:

Tema: Habitação

Data: 29 de outubro de 2019

Horário: 18h30

Local: Salão Nobre do campus Petrópolis

 

Saiba mais sobre o evento:

A edição de outubro de Cefet/RJ recebe Cine Pagu irá tratar de um embate constante na história do Brasil, país que tem mais imóveis inutilizados do que pessoas precisando de casa. A moradia digna e de qualidade, dotada de segurança e infraestrutura social, não é apenas um desejo acalentado por tantas famílias, mas um direito constitucional.

O evento irá exibir e debater o curta-metragem “É o que eu penso e é o que eu vejo”, de Arto Cavalcanti, que apresenta situações urbanas em três localidades. Relatos de moradores e técnicos narram histórias de vida e de moradia, violações de direitos, ameaças de remoção e precariedades (muitas vezes não reconhecidas como tal). Como garantir o cumprimento das políticas públicas de moradia e habitação?

Em Petrópolis, o Centro de Defesa dos Direitos Humanos (CDDH) do município há anos trabalha para dar assessoria a pessoas que estão em busca desse direito e presta assistência no processo de moradia. Gerações de famílias que vêm trocando de barraco em barraco, de encosta em encosta, suplicando as atenções pública e política, são atendidas pelos serviços do CDDH, que terá como representante na mesa do debate a coordenadora da organização, Carla Carvalho. A mesa contará também com a contribuição de Cecília Vieira, advogada, com experiência em mediação de conflito entre as populações e os modelos de desenvolvimento que atingem os territórios; e Claudia Renata Ramos, liderança do Movimento do Aluguel Social e Moradia de Petrópolis e Comissão das Tragédias da Região Serrana, referência de luta por habitação justa e digna a todos e todas.

Será emitido certificado aos participantes.

Fim do conteúdo da página