Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Aluno do Cefet/RJ é finalista entre os 10 melhores estudantes do mundo
Início do conteúdo da página

Aluno do Cefet/RJ é finalista entre os 10 melhores estudantes do mundo

Publicado: Quinta, 01 de Setembro de 2022, 18h35 | Última atualização em Quinta, 01 de Setembro de 2022, 18h45 | Acessos: 617

O estudante do Cefet/RJ Lucas Tejedor no auditório principal da Unidade Maracanã (Foto: Jandira Ferreira)

Divulgado nesta quinta-feira (01/09), o resultado dos finalistas do Global Student Prize 2022 indicou Lucas Tejedor da Silva, aluno da educação profissional técnica de nível médio do Cefet/RJ, para a lista dos 10 melhores estudantes do mundo. Lucas é o único estudante brasileiro no Top 10 da competição e foi selecionado entre quase 7 mil candidatos de 150 países para concorrer a um prêmio de 100 mil dólares.

Lucas disse que, após a expectativa pelo resultado, a família recebeu com orgulho a notícia esta manhã. “Foi incrível! Meus pais ficaram muito felizes e nós saímos para comemorar”, contou. Aos 18 anos, o estudante sonha em transformar a vida das pessoas através de iniciativas que resolvam problemas reais da sociedade.

Para alcançar esse objetivo, ele tem como filosofia “nunca parar de estudar”, buscando sempre um aprendizado multidisciplinar. “Quando você aprende assuntos de áreas diferentes, você começa a criar conexões e valores novos. Se eu sei muito de Matemática e de Biologia, por exemplo, isso me possibilita aplicar conceitos e modelos de uma área na outra”, explica.

Jovem cientista

Aluno do curso técnico em Informática da Unidade Maracanã, o estudante já tem uma trajetória de pesquisador experiente, com diversas premiações, publicações científicas e atuação em dezenas de projetos na instituição. Entre os de maior destaque está o “Drone da Amazônia”, aeronave remotamente controlada que funciona com inteligência artificial e sensores capazes de monitorar a existência de focos de incêndios florestais.

Lucas Tejedor com os alunos Maria Lúcia Cordeiro (à esq.), Camily Jardim (à dir.) e João Victor Cavalcante, integrantes do projeto de prevenção e combate a incêndios do Cefet/RJ (Foto: Jandira Ferreira)

O drone surgiu do projeto de extensão “Dispositivos de Prevenção e Combate a Incêndio (DPCI)”, do Cefet/RJ, que também foi tema de um artigo apresentado pelo estudante no XXXIX Simpósio Brasileiro de Telecomunicações e Processamento de Sinais, em 2021, e alcançou, entre outros prêmios, o 2º lugar na Feira Brasileira de Jovens Cientistas (FBJC) 2022.

Além disso, na sua trajetória como estudante, Lucas ainda participou da criação do Ubuntu, uma plataforma desenvolvida em parceria com a Casa de Cáritas que reúne e integra o trabalho de organizações não governamentais (ONGs) pelo país e de um aplicativo que facilita a reciclagem de lixo eletrônico.

Sobre a competição

O Global Student Prize, conhecido como o “Nobel do Estudante”, é uma competição anual que oferece um prêmio de 100 mil dólares a um aluno considerado excepcional, que desenvolva projetos de impacto real na vida dos seus colegas e da comunidade em que está inserido. O nome do campeão deve ser divulgado até o fim de setembro, durante a semana da Assembleia Geral das Nações Unidas. 

Em 2021, a ex-aluna dos cursos técnicos em Edificações e em Estradas do Cefet/RJ Uned Maria da Graça, Anna Carolina Aragão, já havia sido selecionada entre os 50 finalistas da premiação.

 

Fim do conteúdo da página