Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Professora e alunos do Cefet/RJ participam de pesquisa internacional sobre combate à dengue
Início do conteúdo da página

Professora e alunos do Cefet/RJ participam de pesquisa internacional sobre combate à dengue

Publicado: Quinta, 23 de Novembro de 2023, 14h21 | Última atualização em Quinta, 23 de Novembro de 2023, 14h33 | Acessos: 209

O Instituto de Computação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Cardiff Business School, do País de Gales, vêm realizando um estudo colaborativo sobre o combate à dengue nas Américas. 

A pesquisa, que é liderada pelos professores Emrah Demir (Cardiff) e Fábio Luiz Usberti (Unicamp), conta com um time de pesquisadores e estudantes, entre eles, a professora Laura Assis, do curso de Engenharia de Computação do Cefet/RJ Uned Petrópolis e os alunos Sarah Carneiro e Lucas Pinheiro –  do Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação (PPCIC Cefet/RJ) – e Gabriel Azevedo, bolsista de iniciação científica do curso de Engenharia de Computação da unidade Petrópolis.

Entendendo a dengue como um problema de saúde pública nas Américas, a colaboração internacional tem como objetivo compartilhar conhecimentos e juntar esforços na busca por soluções práticas. Só no Brasil, de janeiro a junho de 2023, foram registradas 2,3 milhões de ocorrências e 769 mortes. O país foi o mais afetado pela doença no continente americano, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). 

“O tema em si tem vários caminhos, vários subproblemas que a gente está atacando. O grande tema seria propor métodos de otimização para a gente conseguir otimizar os recursos no combate à dengue”, afirmou Laura Assis. Como exemplo, a pesquisadora falou que um dos subproblemas que o estudo vem trabalhando é com o Block Vehicle Routing Problem (BVRP - Problema de roteamento de veículos em blocos): “seria otimizar as rotas, dados os recursos de carros, para fazer a nebulização em uma determinada região, em uma determinada cidade”.  A iniciativa permitiria melhorar a eficiência na aplicação do inseticida e minimizar os custos e o impacto ambiental.  

Laura vem atuando como pesquisadora e como orientadora de alguns alunos, tanto do Cefet/RJ quanto da Unicamp. Ela contou que a equipe também tem trabalhado para escrever sobre o projeto e concorrer em editais na busca por mais recursos para o desenvolvimento da pesquisa. Além disso, a colaboração internacional vem realizando debates e seminários sobre o BVRP e outras soluções que otimizem o combate à dengue.

Clique no link para a fonte de dados da OMS.

 

Fim do conteúdo da página