Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Estudante da Uned Valença é selecionada para acampamento científico da Nasa
Início do conteúdo da página

Estudante da Uned Valença é selecionada para acampamento científico da Nasa

Publicado: Sexta, 15 de Julho de 2022, 17h45 | Última atualização em Segunda, 18 de Julho de 2022, 10h55 | Acessos: 962

Liz Mirra de Carvalho Rachid, aluna do Cefet/RJ Uned Valença, irá participar do Space Camp, acampamento de aprendizagem responsável pela pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e programas de exploração espacial da Nasa (National Aeronautics and Space Administration). Liz, que é estudante do curso profissional técnico de nível médio em Alimentos, embarca para os Estados Unidos na próxima semana e terá a oportunidade de vivenciar diversas atividades sobre Astronomia, Astronáutica, Física e Matemática juntamente com jovens cientistas de todo o mundo.  

Durante 12 dias, os estudantes selecionados terão a oportunidade de participar da Academia Espacial Avançada, que fica no Centro Espacial e de Foguetes dos Estados Unidos (US Space and Rocket Center), localizado em Huntsville, no estado do Alabama. Além do Space Camp, os participantes também irão participar de eventos em Washington DC, conhecendo o Museu Nacional do Ar e do Espaço (National Air and Space Museum) e a história do desenvolvimento espacial dos Estados Unidos.

Com a viagem se aproximando, o clima é de grande expectativa na Uned Valença. Liz espera desenvolver diversas novas habilidades durante toda a sua participação e estudar mais sobre temas que a interessam, como a astronomia. Além disso, a estudante terá a oportunidade de conhecer outros alunos, professores e ex-astronautas envolvidos com a temática.

Liz viaja em breve rumo aos Estados Unidos para participar do Space Camp, da Nasa.

Onde tudo começou

Durante a pandemia, Liz entrou para um grupo de ciência nacional que conheceu pelo Instagram. A partir desse grupo, a jovem se juntou a outras três estudantes do ensino médio de Goiânia e de São Paulo para criar o projeto de pesquisa intitulado “Modelos matemáticos na busca de buracos negros: a perspectiva da aplicação do algoritmo CHIRP”. O estudo trata das condições matemáticas que levaram ao primeiro registro de um buraco negro, o Messier  87, e analisa a aplicação do algoritmo CHIRP (Reconstrução Contínua de Imagem de Alta Resolução usando Patch Priors) em outros buracos negros.

O estudo foi publicado em um livro científico nacional e foi destaque na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), além de ganhar reconhecimento da Sociedade de Honra de Matemática dos Estados Unidos intitulada um Alpha Theta. Através da participação na FEBRACE, a aluna e as demais companheiras de pesquisa foram convidadas para disputar o processo seletivo do Space Camp, coordenado pela embaixada dos Estados Unidos no Brasil. No entanto, após rigorosa seleção, apenas duas das alunas foram selecionadas. O Space Camp conta com a participação de 26 estudantes de sete países, sendo apenas quatro brasileiros.

Fim do conteúdo da página