Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Parecer da Auditoria Interna sobre o Relatório de Gestão
Início do conteúdo da página

Parecer da Auditoria Interna sobre a Prestação de Contas Anual

Publicado: Quinta, 29 de Outubro de 2015, 17h39 | Última atualização em Terça, 31 de Janeiro de 2017, 12h41 | Acessos: 3711

 

O Parecer da Auditoria Interna sobre a Prestação de Contas Anual engloba uma breve análise sobre o Relatório de Gestão do Cefet/RJ, bem como a síntese das avaliações e resultados das ações de auditoria planejadas e realizadas no Plano Anual de Auditoria Interna, externando aspectos relevantes da Gestão. Igualmente é emitido julgamento acerca dos controles internos administrativos das áreas examinadas, enfatizando as principais fragilidades encontradas e as rotinas que fortaleceram os controles.  Finalmente, serão fornecidas informações relevantes acerca da estrutura e do funcionamento desta Unidade de Auditoria Interna, sob os seguintes aspectos:

  • indicação do estatuto ou normas que regulam a atuação da auditoria interna. Se o estatuto ou normas estiverem disponíveis na Internet, basta indicar o cominho para acesso. Se não estiverem disponíveis, as normas ou estatuto devem ser inseridas neste item;
  • demonstração dos elementos que caracterizam a independência e objetividade da unidade de auditoria interna, tomando-se por base a INTOSAI GOV 9140 (Independência da auditoria interna no setor público), que é uma das diretrizes da Organização Internacional das Entidades Fiscalizadoras Superiores (INTOSAI), os §§ 3º, 4º e 5º do art. 15 do Decreto 3.591/2000 ou outras normas específicas que regulam a atuação da unidade de auditoria no âmbito da UPC;
  • demonstração de como a área de auditoria interna está estruturada, de como é feita a escolha do titular, qual o posicionamento da unidade de auditoria na estrutura da unidade prestadora da conta (UPC);
  • avaliação da capacidade de os controles internos administrativos da UPC identificarem, evitarem e corrigirem falhas e irregularidades, bem como de minimizarem riscos relacionados aos processos relevantes;
  • descrição das rotinas de acompanhamento e de implementação, pela UPC, das recomendações da auditoria interna;
  • informações sobre a existência ou não de sistemática e de sistema para monitoramento dos resultados decorrentes dos trabalhos da auditoria interna;
  • informações sobre como se certifica de que a alta gerência toma conhecimento das recomendações feitas pela auditoria interna e assume, se for o caso os riscos pela não implementação de tais recomendações;
  • descrição da sistemática de comunicação à alta gerência, ao conselho de administração e ao comitê de auditoria sobre riscos considerados elevados decorrentes da não implementação das recomendações da auditoria interna pela alta gerência;
  • informações gerenciais sobre a execução do plano de trabalho da auditoria interna do exercício de referência das contas.

A relevância em se analisar o Relatório de Gestão de uma Unidade Jurisdicionada (UJ) consiste em evitar inconformidades na apresentação do referido Relatório devido a inobservâncias da legislação em vigor, sob pena de responsabilidade aplicada pelos Órgãos de Controle. Vislumbra-se, portanto, evitar o descumprimento das normas de organização e apresentação, conforme estabelecido na legislação aplicável.

 

Arquivos para download:

registrado em:
Fim do conteúdo da página